Home Notícias Gilmar Mendes soltou o comparsa Beto Richa porque esse é o judiciário

Gilmar Mendes soltou o comparsa Beto Richa porque esse é o judiciário

0

cartasprofeticas.org


Como se viu pelo noticário, ainda com dúvidas se realmente ocorreu, o tucano Beto Richafoi preso.

O ex governador do Paraná, ladrão, corrupto, violento,  que atacou 213 professores em greve, ferindo gravemente muitos deles, foi trancafiado com a esposa e mais outros assaltantes parentes e sócios do roubo do Estado.

Mas todos intuíamos que o espetáculo duraria pouco. Logo algum tucano do já dominado judiário, entraria em campo para libertar o comparsa.

Não deu outra e o “ministro” não poderia ser outro se não Gilmar Mendes, o jagunço e ruralista do Mato Grosso.

Gilmar não faz nada para impedir o entreguista, fascista, traidor da pátria, corrupto e funcioário das corporações do petróleo, Sérgio Moro, na sua virulência de abuso de poder e de submeter todo o judiário de alto a baixo, do STF, passando pelo STJ até chegar no mais baixo degrau de primeira instância, onde atua o bufão de Curitiba, para mandar e desmandar em todo o complexo da desmoralizada justiça brasileira.

Gilmar Mendes não vê abuso de poder na prisão do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso pelo sacripanta Moro, sem provas e sem culpa, simplesmente porque o povo o quer na direção da política nacional.

Como tucano desgraçado, Mendes vê só seus pares, que não podem ser presos, investigados e condenados. Por isso a rápida invetervenção através de habeas corpus para libertar seu comparsa, ladrão e usurpador do dinheiro público, pago suadamente com os impostos dos trabalhadores.

A história documenta a marcha evolutiva da humanidade e reserva à gente da laia de Gilmar Mendes a expulsão pelo povo,  que ocupará o Estado e, através de tribunais populares, decidirá o veredito a ser aplicado aos marginais de colarinho branco, verdadeiros sangue sugas do povo.


Os comentários abaixo não expressam a opinião do blog Ouricuri em Foco e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.