Home Saúde Petrolina: A um passo do caos: HU está com 150% de ocupação...

Petrolina: A um passo do caos: HU está com 150% de ocupação e não tem condições de receber mais nenhum paciente

0
Hospital Universitário de Petrolina. (Foto: Divulgação)

Ascom HU


O Hospital Universitário (HU) de Petrolina lotou, está ‘estrangulado’ e a um passo do caos. Acontece que a ocupação já chega a quase 150% do que poderia receber. Na noite de hoje (30) a unidade de saúde emitiu uma nota afirmando que desde a noite passada (29), encontra-se com toda a infraestrutura de suporte à vida (nas Salas de Emergência e Unidade de Tratamento Intensivo) totalmente ocupada e sobrecarregada, estando, portanto, impossibilitado de receber pacientes.

Acompanhe a nota, na íntegra:

Com objetivo de esclarecer à população, autoridades e mídia sobre os problemas enfrentados pelo HU-Univasf, no que diz respeito aos fatores externos que tem influenciado negativamente nossa prestação de serviços, principalmente no que tange à sobrecarga sofrida pelo hospital ao receber a demanda por atendimento em média e alta complexidade de mais de cinquenta municípios do Vale do São Francisco;

Pretendendo sensibilizar a opinião pública e instituições reguladoras para discutir e buscar soluções visando à garantia do atendimento público de qualidade para os nossos usuários; e ainda considerando o período de recesso em que se vivenciam “festividades pascais”, tradicionalmente na nossa região com alta sinistralidade em acidentes e agressões;

O Hospital Universitário, exercendo seu compromisso com a transparência e responsabilidade pública, informa que desde a noite passada (29/03), encontra-se com toda a infraestrutura de suporte à vida (nas Salas de Emergência e Unidade de Tratamento Intensivo) totalmente ocupada e sobrecarregada, estando, portanto, impossibilitado de receber pacientes que requeiram ventilação mecânica ou estejam na iminência de necessitar de entubação e consequente ventilação mecânica.

Informamos ainda que a Central Interestadual de Regulação de Leitos (CRIL) e a Rede Interestadual Pernambuco e Bahia (PEBA) já foram comunicados sobre esta situação assim como suas possíveis consequências e estão cientes da total extrapolação da capacidade de atendimento hospitalar que hoje se reflete em uma taxa de ocupação de quase 150%.

Ascom HU

Os comentários abaixo não expressam a opinião do blog Ouricuri em Foco e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Please enter your comment!
Please enter your name here