Início Notícias Adolescentes acusam gestor de escola municipal em Petrolina de assédio sexual

Adolescentes acusam gestor de escola municipal em Petrolina de assédio sexual

0

O Conselho Tutelar de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, informou que mais duas adolescentes acusaram o gestor da Escola Municipal Julia Elisa Coelho, no bairro Alto do Cocar, de assédio sexual. As estudantes não tiveram as idades divulgadas. Em nota, a Secretaria de Educação do município disse que o gestor foi afastado das funções.

Mais duas famílias nos procuraram, relatando situações, com relação a fatos, as situações que indiciam como assédio. Recomendamos, orientamos que procurassem a Delegacia da Polícia Civil, para registrar o Boletim de Ocorrência e também fizemos os encaminhamentos para o Creas [Centro de Referência Especializado de Assistência Social]”, afirma a conselheira tutelar, Rozinete do Bonfim Coelho.

Segundo a conselheira, das três famílias ouvidas, apenas uma ainda não registrou boletim na Polícia Civil. “Dois realizaram Boletim de Ocorrência e outra não. A gente fez as orientações devidas, mas a mãe disse que ia conversar com o pai, para que pudesse registrar o boletim”.

Em nota, a Polícia Civil informou que “está ciente dos casos, tudo está sendo investigado pela 3ª Delegacia da Mulher – DEAM. Detalhes das diligências não podem ser repassados à imprensa por envolver menores de idade e tudo deve ser trabalhado para preservar a integridade dos mesmos. Mais detalhes, poderão ser repassados após a conclusão do inquérito policial sob a condição de autorização judicial”.

G1 Petrolina