Entretenimento Notícias Pernambuco

“Bacurau” terá sessão com acessibilidade comunicacional durante o 21º FestCine

Compartilhe

 

Cinema São Luiz recebe neste sábado (14), às 17h, exibição do longa com os três recursos de acessibilidade comunicacional (Libras, LSE e audiodescrição)

Uma sessão especial do premiado filme “Bacuraru”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, será realizada durante a programação do 21º Festival de Curtas de Pernambuco (FestCine), no próximo sábado (14), às 17h, no Cinema São Luiz. Esta será a primeira vez que o filme será exibido com os três recursos de acessibilidade comunicacional (Libras – língua brasileira de sinais, LSE – legenda para surdos e ensurdecidos, e audiodescrição), numa parceria com a COM Acessibilidade Comunicacional. A exibição é gratuita e será aberta para todo o público, mas a sessão é sujeira à lotação do cinema.

“É com muita satisfação que levamos “Bacurau” ao Cinema São Luiz, durante o 21º FestCine, para pessoas com ou sem deficiência. Essa sessão é também uma forma de ampliarmos o debate sobre a acessibilidade em espaços e eventos culturais”, celebra Gilberto Freyre Neto, secretário de Cultura de Pernambuco.

No senso realizado em 2010, o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) constatou que 23,9% da população brasileira apresenta algum tipo de deficiência, o que, em números absolutos, são mais de 45 milhões de brasileiros. Já em Pernambuco, cerca de 2,5 milhões dos residentes apresentam algum tipo de deficiência, o que representa 27,58% da população do estado.

“A ideia da sessão aberta é que as pessoas em geral possam perceber que cinema é para todo mundo, mesmo para quem não enxerga ou não ouve”, ressalta Luciana Poncioni, coordenadora do 21º FestCine.

Liliana Tavares, coordenadora da COM Acessibilidade Comunicacional, “a produção das acessibilidades precisa ser feita por pessoas da região, profissionais entendidos do audiovisual. É importante lembrar que a COM Acessibilidade Comunicacional sempre tem a consultoria de pessoas com deficiência. Elas revisam os roteiros, são co-autoras, e isso faz toda a diferença na qualidade do serviço”, explica.

Ela opina que a audiodescrição será um recurso que será incorporado na rotina de todas as pessoas. “Pessoas que enxergam, por exemplo, quando ouvem a audiodescrição, entram em contato com outra narrativa do filme. Tanto que acreditamos que no futuro e os cinemas irão oferecer a audiodescrição aberta como opção”, destaca.

Produzido com incentivo do Governo de Pernambuco, por meio do Funcultura Audiovisual, “Bacurau” já foi visto por mais de 700 mil pessoas ao redor do mundo. Dentre várias premiações, o longa recentemente foi escolhido pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA), como o melhor filme de 2019. Outros títulos importantes foram o Prêmio do Júri, no festival internacional de Cannes (França).

21º FestCine – O Festival de Curtas de Pernambuco acontece até o próximo  sábado (14), no Cinema São Luiz e entrada gratuita. Ao todo, 152 trabalhos de várias cidades do estado participaram do processo de inscrição. O FestCine é realizado pelo Governo de Pernambuco e a Prefeitura do Recife, e tem o objetivo de incentivar a produção audiovisual pernambucana.

Este ano, o festival homenageia o cineasta Alexandre Figueirôa e a atriz Conceição Camarotti. Clique AQUI e confira a programação completa.

Assessoria 

Leia também: