Início Notícias Boletim desta terça (12/01/2021): Mais 1.482 casos da Covid-19 e 38 óbitos...

Boletim desta terça (12/01/2021): Mais 1.482 casos da Covid-19 e 38 óbitos fazem Pernambuco totalizar 234.238 infectados e 9.889 mortes

52
0
Pernambuco confirmou, nesta terça-feira (12), mais 1.482 casos da Covid-19 e 38 óbitos causados pela doença. Com esse acréscimo, o estado passou a totalizar 234.238 infectados pelo novo coronavírus e 9.889 mortes na pandemia. A contagem teve início em março de 2020.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que as novas confirmações da Covid-19 dividem-se entre 83 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 1.399 quadros leves da doença. Isso fez o estado chegar a um total de 29.924 pacientes graves e 204.314 pacientes leves.

Com relação às 38 mortes, elas aconteceram entre o dia 25 de outubro de 2020 e a segunda-feira (11). “Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde”, informou o governo estadual, em nota.

Seringas

O governo de Pernambuco deu início, nesta terça-feira (12), à distribuição de seringas e agulhas para as cidades do estado se prepararem para as duas primeiras fases da campanha de vacinação contra a Covid-19. Está prevista a distribuição, até sexta-feira (15), de um total de 1.537.126 seringas, a serem utilizadas na aplicação da primeira dose da vacina.

As unidades são repassadas pelo Programa Estadual de Imunização para as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), onde cada município fica responsável por retirar seu quantitativo.

Em nota, o governo estadual informou que Pernambuco tem 3,9 milhões de seringas e agulhas em estoque. “Mais 2,8 milhões estarão disponíveis até o fim deste mês, e outros 7,5 milhões serão distribuídos a partir de fevereiro, totalizando 14,2 milhões de insumos disponibilizados”, disse no texto.

O comunicado também trouxe informações sobre os grupos prioritários para a vacinação da Covid-19 em Pernambuco. “Na primeira fase da campanha, serão imunizados trabalhadores de saúde, população indígena aldeada, idosos a partir dos 75 anos e idosos a partir de 60 anos internados em abrigos e instituições, totalizando mais de 627 mil pessoas. Já na segunda fase, com público superior a 910 mil, serão beneficiados os idosos entre 60 e 74 anos”, declarou o governo.

Por G1 PE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui