Início Brasil Brasileiros pró-Bolsonaro realizaram manifestações em 8 estados e DF

Brasileiros pró-Bolsonaro realizaram manifestações em 8 estados e DF

54
0
Foto: reprodução

Do UOL

Manifestantes pró-Bolsonaro se reuniram nesse sábado (01) em diferentes capitais do país em favor às pautas do governo Jair Bolsonaro (sem partido) e contra as medidas de isolamento social para conter a transmissão da covid-19, que são recomendadas por autoridades de saúde. Pela manhã, os apoiadores fecharam ruas em ao menos oito estados e no Distrito Federal.

No Rio de Janeiro, a rua de acesso a praia de Copacabana foi interditada e centenas se aglomeraram a favor de Jair Bolsonaro. Trios elétricos, cartazes, tumulto e violação das medidas sanitárias de proteção à covid-19 marcaram o protesto carioca.

Em Brasília, cerca de 5.000 pessoas ocuparam o gramado do Congresso Nacional vestindo verde e amarelo, de acordo com deputados aliados ao governo. A PMDF (Polícia Militar do Distrito Federal) divulgou que não fez um levantamento de pessoas no local e que não houve registros de brigas.

Em ambas as cidades, as vias de acesso aos atos ficaram engarrafadas. Na capital do País, o Eixo Monumental, que cerca o Congresso Nacional, os Palácios e Ministérios, ficou interditado de veículos e pedestres com a camisa do Brasil. Ainda não há previsão de participação de parlamentares no ato em Brasília.

Já em São Paulo, o protesto começou às 9h em ruas do centro e na avenida Paulista e deve reunir deputados favoráveis ao governo, como Carla Zambelli (PSL-SP), que vem divulgando os atos durante a semana e deve ir à avenida Paulista à tarde.

Também foram registradas manifestações em Belém, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Belo Horizonte e cidades do interior como Campinas (SP), Limeira (SP) e Ipatinga (MG). Nas redes sociais, apoiadores do governo postaram vídeos e fotos com as carreatas e manifestações.

Com o chamado “Eu Autorizo Presidente”, bolsonaristas organizaram atos em diferentes pontos do Brasil em suporte ao governo, que enfrenta críticas pela condução na pandemia do novo coronavírus.

O nome das manifestações foi uma resposta ao chefe do Executivo, que disse que aguardava “uma sinalização” dos brasileiros para “tomar providências” contra medidas de restrição de circulação decretadas por governadores e prefeitos contra a covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui