Início Notícias Câmara Municipal de Tuparetama rejeita prestação de contas do ex-prefeito Dêva Pessoa

Câmara Municipal de Tuparetama rejeita prestação de contas do ex-prefeito Dêva Pessoa

20
0

 

A sessão foi interrompida pela retirada do advogado Pedro Torres Filho a pedido do Presidente da Câmara, Danilo Augusto

Após parecer prévio de rejeição do TCE por irregularidades financeiras, o ex-prefeito Dêva Pessoa (PDT) foi julgado e perdeu por unanimidade na sessão extraordinária de prestação de contas na Câmara Municipal de Tuparetama, ficando inelegível perante a Câmara e Tribunal de Contas. Durante a sessão, o advogado Pedro Torres Filho, que assistia como convidado e acompanhava todo o processo, recebeu ordens do presidente da Câmara, Danilo Augusto (PDT), para que se retirasse do local.

Após intimação, o advogado afirmou que sua permanência no recinto estava de acordo com o regimento, já que se tratava de uma audiência pública num órgão legislativo. O presidente da Câmara então pediu para que a Polícia Militar o acompanhasse até o lado de fora, mas foi interrompido pela lei, uma vez que se fez presente a prerrogativa de Pedro Torres Filho, de que o mesmo não teria motivos para ser retirado da sessão.

Mais tarde, o presidente da Casa Legislativa, realizou a solicitação novamente, dessa vez com o Sargento Ângelo, que também acatou a prerrogativa de permanência do advogado.

Após todo o ocorrido, a articulação foi realizada pelos vereadores da situação, através de uma sessão extraordinária. Para validação, Pedro Torres foi nomeado, realizando a defesa remissiva e dando seguimento para o julgamento, que determinou como irregular as contas do ex-prefeito Dêva Pessoa (PDT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui