Araripina Notícias

Denúncia de roubos de celulares em Araripina leva homem a matar o próprio irmão

Compartilhe:

A permanecia te da 200ª Delegacia da Polícia Civil registrou neste domingo, dia 07 de abril, por volta das 19 horas o B.O de N°. 19E0290000971 onde familiares estariam se ameaçando.

De acordo com o B.O, a vítima JUSCENILDO SILVA GOMES, (NENEM) natural de Araripina- PE,  23 anos, filho de JOSEFA CIRILO DA SILVA e EDILTON GOMES DA SILVA, residente na Vila Quintino no Distrito de Gergelim em ARARIPINA, estaria sofrendo ameaças por parte de SEVERINO COSTA SILVA e FRANCISCO COSTA SILVA, estes desejavam matá-lo por saberem que JUSCELINO estaria os acusando de serem autores de roubos e furtos de celulares na região.

A equipe do DEAH na manhã dessa segunda-feira, dia 08 de abril, por volta da 05h foi acionada pela permanente de Araripina informando que um corpo teria dado entrada no hospital da referida cidade e que a vítima se tratava de JUSCELINO SILVA GOMES, (NENEM)

Ao chegar à delegacia a equipe do DEAH constatou juntamente com a permanente que JUSCENILDO teria sido vítima do próprio irmão (FRANCISCO COSTA SILVA) este motivado por raiva devido as acusações que aquele proferia contra este na localidade.

De posse de uma arma branca (peixeira) FRANCISCO ( autor) aguardou seu irmão JUCENILDO (vítima) voltar de um bar e em momento oportuno e vantajoso desferiu vários golpes de peixeira contra ele não lhe dando nenhuma chance de defesa contra a empreitada criminosa .

A vítima se encontrava sem vida no hospital de Araripina onde de imediato a equipe do DEAH realizou os procedimentos cabíveis para encaminhamento do corpo ao IML de Petrolina-PE.

Vale dizer que informações colhidas por populares traz à tona que o autor do homicídio já teria sido preso em virtude de violência domestica passando assim alguns meses encarcerado.

FRANCISCO COSTA SILVA, autor do crime contra o próprio irmão,evadiu-se do local do fato tomando rumo ignorado e incerto.

Diante dos fatos, até então, narrados, os policias de Plantão além de diligenciarem em busca de informações sobre o possível paradeiro do autor do fato também intimaram alguns familiares da vítima para prestarem informações cabíveis para a elucidação do crieme.
As oitivas das testemunahas e familiares estão sendo realizadas na 24ª DPH a fim de concluir os trabalhos.

As futuras investigações ficarão a cargo da 24ª DPH e após todos os procedimentos de praxe o corpo foi liberado para ser encaminhado para o IML de Petrolina-PE para os procedimentos cabíveis.

As informações são da POLICIA CIVIL DE PERNAMBUCO – DINTER 2 – 24ª DESEC ARARIPINA – EQUIPE PJES/Via Emanoel Cordeiro

Leia também: