Destaques Notícias

Donos das fábricas de gesso flagradas furtando energia só não foram presos porque não estavam no local

Compartilhe

Estima -se um prejuízo em arrecadação de impostos de mais de 1 milhão de reais nos últimos 12 meses com as referidas irregularidades

A Polícia Civil de Pernambuco informou nesta quarta-feira (12), que os proprietários das fábricas que foram flagradas furtando energia no polo gesseiro, só não foram presos porque não estavam no local no momento da operação.

A ação acontececeu na manhã de ontem  no âmbito da 24 DESEC , sob a coordenação do Delegado Marceone – GCOI 2 e da Delegada Katyanna Muniz – titular da 24 DESEC . A operação denominada Luz Para Todos, foi realizada  em parceria com a Companhia energética de Pernambuco (CELPE ) e  teve como objetivo o combate ao furto de energia elétrica no posso gesseiro da Região do Araripe .

Foto: divulgação PC PE

Ao todo foram inspecionadas 5 fábricas de gesso sendo constatado irregularidades ( furto de energia por ligação direta ) em todas elas . Após a constatação das irregularidades e não sendo possível a prisão dos proprietários , pois não se encontravam no local , foram instaurados 05 inquéritos policiais que serão concluídos no prazo legal .

Estima -se um prejuízo em arrecadação de impostos de mais de 1 milhão de reais nos últimos 12 meses com as referidas irregularidades . Além da falta de arrecadação as irregularidades colocavam em risco a segurança da população local , integridade da rede elétrica e a qualidade no fornecimento de energia.

 

Por Roberto Gonçalves / Foto: divulgação Polícia Civil PE

Leia também: