Início Destaques Em Ouricuri, Agentes de Edemias estão sem material de trabalho e transporte,...

Em Ouricuri, Agentes de Edemias estão sem material de trabalho e transporte, diz servidor

149
0

Em recente entrevista concedida à uma rádio local a secretária de saúde de Ouricuri falou sobre a situação da saúde do município, como também, os trabalhos desenvolvidos por sua pasta. Muito à vontade, ela detalhou os fatos, mas deixou vaga algumas perguntas da população sobre as recentes denúncias do mal uso do dinheiro recebido por este município para o enfrentamento da pandemia causada pelo novo Coronavírus, entre elas, do aluguel das tendas que há dias repercutiu muito nas redes sociais, rádios e até Blogs da cidade e da capital do nosso estado, valor este que já alcança até o dia de hoje a casa de mais de 4 milhões na conta da prefeitura. Ficando também sem resposta os agentes de endemias que desde as primeiras denúncias afirmam que não têm as condições de trabalho mínimas, mas atingiram metas, o que traz para o município recursos extras mensais na ordem de R$ 399.000,00 mensais desde 2018, que deveriam ser destinados para compra de EPI’S e mais R$ 70.000,00 para fardamentos, materiais de trabalho e outros produtos úteis ao desenvolvimento das suas atividades com segurança.

Fazendo uma consulta no sistema de informação que é alimentado pela gestão municipal, realmente consta os valores como entrada de recursos, mas sabe-se que não foram usados ao menos para esses fins,  porque mais do que as denúncias, existem os fatos e não é difícil encontrar um agente de endemias com bolsas em péssimo estado, sem fardamentos (o que é de grande importância até mesmo para a segurança dos munícipes).

Outra queixa dos próprios agentes é que não conseguem desenvolver os trabalhos na zona rural e a secretaria alega que não tem transporte, mas na denúncia no programa Nossa Voz da Rádio VP FM o servidor Jeová Torres Siqueira afirma que além do recurso para a manutenção e abastecimento, a área de endemias recebeu também dois veículos e o denunciante relata que um deles está sendo usado de forma irregular pra outros serviços e nunca está disponível para o fim a que veio.

Ouça o servidor público:

Este blog consultou as informações e editou está matéria não somente sobre o que se fala na cidade, mas também com fotos que comprovam o que levamos aos nossos leitores.

Tudo isso ficou mais intrigante porque no momento que foi indagada sobre os fatos pelo agente de saúde, a secretária pediu pra responder pessoalmente ao seu subordinado deixando mais uma vez a população sem resposta e angustiada.

Por Edy Vieira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui