Início Notícias Homem de 92 anos, Sr. João, procura por irmãos deixados em Ouricuri

Homem de 92 anos, Sr. João, procura por irmãos deixados em Ouricuri

0

O senhor JOÃO RODRIGUES DA SILVA, trabalhador da roça, está inda forte e resolveu procurar pelos irmãos que deixou em Ouricuri. Ele nasceu na comunidade da Cova do Anjo e deixou por lá 08 irmãos a cerca de 74 anos.

O Sr. João saiu de Ouricuri em 1953, quando estava com 18 anos de idade, seguiu rumo ao Maranhã e posteriormente foi para o Ceará onde permanece até hoje, ainda na roça.

Puxando pelas lembranças ele citou os nomes dos irmãos: Teófilo, Sebastião, Benedito, Sérgio, Maria, Júlia, Santina e Mariquinha. O pai é Eduardo e a mãe, Brasilina.

O contato foi feito por um dos filhos do Sr. João dizendo ” Gostaria muito de compartilhar a história do meu pai, que também não tem vínculo nenhum com a família desde que saiu de sua cidade natal. Então amigo, meu pai saiu de casa em 1953, daí pra cá ele nunca mais teve contato com a família dele… São 9 irmãos, um há de ler ou ouvir essa mensagem, ou quem sabe um filhos destes irmão, um sobrinho.

Por favor, algum parente do Sr. JOÃO RODRIGUES DA SILVA, filho de EDUARDO RODRIGUES DA SILVA e BRASILINA MARIA DA SILVA, ao tomar conhecimento dessa mensagem, entre em contato entre em contato com a nossa redação 87 9 9606.6565.

Vamos pedir a Deus que nos ajude a localizar os familiares desse Sr. João, que hoje aos 92 anos procura saciar o desejo de rever e ter notícias dos irmãos que deixou em Ouricuri.

Vamos também que Deus ilumine nossos passos até encontrar esses familiares, e se você puder ser uma luz nessa procura, nos ajude nessa busca, saiba que será recompensado pelo nosso Pai que é todo poderoso. Pois um homem de 92 anos merece ter o prazer de falar com seus irmãos, depois de tantos anos separados.

Quem sabe a dureza da vida, é quem vive a vida, quem sabe a dureza do sertão, é quem vive o sertão. Quem sabe a internet nossa desses dias, não consiga encurtar essas distâncias, que o passado lentamente fez ficar maior, a cada ano que passava.

Por Emanoel Cordeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui