Pernambuco

Homem mata esposa e se suicida no interior de Pernambuco


Por G1 PE


Mais um caso de feminicídio chocou os moradores do interior de Pernambuco. Um homem de 42 anos assassinou a própria esposa, de 38 anos, e se suicidou na cidade de Buenos Aires, distante 78 quilômetros do Recife, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 16h do sábado (12), na Rua Projetada, Loteamento Boa Fé, e foi divulgado neste domingo (13).

De acordo com o 2º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na região, o crime teria sido motivado por ciúmes, configurando feminicídio, que é quando a mulher morre pela condição de gênero.

Segundo a Polícia Civil, Severino chegou em casa embriagado, quando a Luciene recebeu uma ligação e ele quis saber quem tinha ligado. Na ocasião, ela tirou o chip do celelular, os dois iniciaram uma discussão, ele pegou uma faca que estava próxima e desferiu golpes contra ela. Ele a esfaqueou no pescoço.

A filha da vítima, que também estava no local, tentou impedir o crime e saiu de casa para pedir ajuda. Ao voltar à residência, o casal estava morto. O corpo de Severino estava próximo ao de Luciene e com a faca encravada no pescoço.

De acordo com informações preliminares, o homem era ciumento e os dois sempre discutiam. Não há informações sobre violências físicas anteriores.

O corpo dos dois foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), no Centro do Recife. O caso é investigado pela Delegacia de Buenos Aires.

Violência contra mulher

Na quinta-feira (10), um homem foi preso em flagrante agredindo a mulher dentro de casa, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. Segundo a Polícia Civil, a captura ocorreu depois que a filha da vítima acionou a Polícia Militar e denunciou o caso de violência familiar.

Ainda segundo a Polícia Civil, Joan Alves Azevedo, de 53 anos, também foi apontado como responsável por ameaças. A mulher disse aos policiais civis da Delegacia da Mulher, em Santo Amaro, na área central do Recife, que conviveu com a violência durante todo o casamento.

Leia também: