Brasil Notícias

Lucinha Mota em greve de fome e sede: “Só termino quando mandarem prender quem apagou as imagens e que está trancado em sua casa em Petrolina”

Compartilhe:

Nesta quinta-feira (18) a mãe de Beatriz Angélica Mota, Lucinha Mota, iniciou uma greve de fome no Fórum de Petrolina, em busca de um mandado de busca. Lucinha afirma que recebeu informações de que Alisson Henrique de Carvalho Cunha, que é procurado pela polícia por apagar as imagens das câmeras de segurança do colégio, está em sua residência e que a polícia precisa de um mandado de busca para entrar no local.

Eu acionei a polícia e pedi para que ele fosse preso. já que recebi informações de que ele está em sua própria residência, mas quem está lá não quer abrir a porta, para a entrada da polícia. Já comuniquei ao promotor Dr. Fernando Della Latta e até à delegada de plantão, e estou esperando providências”,explicou Lucinha.

A mãe de Beatriz ainda afirmou que a greve de fome só será encerrada quando o pedido for atendido. “Vou ficar assim, nessa greve, até me atenderem. No Recife me disseram que o caso Beatriz é prioridade no Estado. Agora quero ver se é realmente. Falei diretamente com o presidente do Tribunal, Dr. Adalberto de Oliveira Melo, que me garantiu apoio total. Mas aqui no fórum não consigo nem falar com um juiz”, afirmou. (Por Carlos Brito)

Leia também: