Início Notícias Militares podem retirar apoio a Bolsonaro após fala de Moro

Militares podem retirar apoio a Bolsonaro após fala de Moro

97
0

A ala militar que sustenta o governo de Jair Bolsonaro considera a possibilidade de retirar o apoio ao presidente. A alternativa é uma reação às revelações feitas nesta sexta-feira (24) pelo ex-ministro Sergio Moro, quando anunciou sua saída do governo. Se confirmada, a tendência é que o presidente renuncie. De acordo com informações da Folha de S.Paulo, dois fatos contrariam os militares. O primeiro deles é a publicação da exoneração de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Os generais que tentaram reverter a ideia de Moro de sair do governo se sentiram traídos pela forma como Bolsonaro agiu. O segundo fato são as revelações de Moro no anúncio de sua saída. O ex-juiz disse que Bolsonaro queria interferir na PF por interesses políticos. Os generais ficaram chocados. Para que Bolsonaro mantenha sua governabilidade, os militares defenderam que vá para a Justiça um jurista de reputação ilibada e sem conexões políticas. O presidente rejeita a ideia. Segundo a Folha, são cotados para o cargo Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência, e André Mendonça, da Advocacia-Geral da União (AGU).
Rede Brasil de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui