Destaques Notícias

Morador da Asa Sul fazem ameaças de morte contra ministros do STF e ao presidente da Câmara

Compartilhe:

Em Brasília, duas faixas colocadas por um morador da Asa Sul fazem ameaças de morte contra ministros do STF e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia. “Só essas passeatas não resolvem nada. Tem que juntar as Forças Armadas e invadir essas instituições”, afirma o autor das faixas.

Centenas de manifestantes que apoiam a prisão a partir de condenação em segunda instância instância de Justiça protestam na Esplanada dos Ministérios, na noite deste sábado (9/11). A concentração ocorre em frente ao Congresso Nacional.

Organizado pelo Movimento Vem Pra Rua, o ato também ocorre em apoio ao presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sergio Moro e contra a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A quantidade de manifestantes é bem inferior aos atos anteriores convocados para apoiar pautas do governo.

A intenção dos manifestantes é  protestar em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, a região está interditada por conta do reforço na segurança em decorrência da reunião da cúpula do Brics, agendada para ocorrer na próxima semana.

Duas faixas colocadas por um morador da Asa Sul fazem ameaças de morte contra ministros do STF e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia. “Só essas passeatas não resolvem nada. Tem que juntar as Forças Armadas e invadir essas instituições”, afirma o autor das faixas, que se identificou ao Correio como Vitório Campos, neurocirurgião, de 67 anos.

Por Correio Braziliense

Leia também: