Início Sem categoria2 MP-ES vai à Justiça para que Sara Giromini pague R$ 1,3 milhão...

MP-ES vai à Justiça para que Sara Giromini pague R$ 1,3 milhão por divulgar dados de criança, confira aqui!

121
0

O Ministério Público do Espírito Santo abriu na Justiça ação contra a extremista Sara Giromini, que divulgou os dados, bem como a localização da menina capixaba de 10 anos, submetida a um procedimento de aborto legal no Recife.

A promotoria pede o pagamento de R$ 1,3 milhão, alegando que Sara tenha provocado danos morais à criança, que virou alvo de grupos religiosos enquanto esteve internada no Centro Integradode Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), Zona Norte da capital pernambuca, para a realização do aborto legal.

O procedimento, autorizado pela Justiça do Espírito Santo, já é previsto no Código Penal em casos de mulheres vítimas de violência sexual ou quando a gestação envolve riscos à vida da mãe ou do bebê.

Para o autor da ação, o promotor Fagner Cristian Andrade Rodrigues, Sara “expôs a criança e sua família, em frontal ofensa a toda a ordem jurídica protetiva da criança e do adolescente, conclamando seguidores a se manifestarem [contra o aborto]”. Ele afirma que a extremista ainda “demonstrou descompromisso com o respeito à Constituição Federal” ao tornar público dados que são sigilosos.

Ainda de acordo com o promotor, Sara “está incluída dentro de uma estratégia midiática de viés político-sensacionalista, que expõe a triste condição de uma criança de apenas 10 anos de idade”.

Diário de Pernambuco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui