Política

Nova denúncia contra Temer se fundamenta em pelo menos sete delações

Compartilhe

Procurador-geral vai usar colaborações de ex-dirigentes da Petrobrás, empresários e doleiro na segunda acusação formal contra o presidente

A segunda denúncia criminal contra o presidente Michel Temer deve ser oferecida pela Procuradoria-Geral da República na semana que vem, a última de Rodrigo Janot à frente do Ministério Público Federal. O procurador-geral disse aos seus interlocutores que a acusação – que desta vez terá como base pelo menos sete delações premiadas – só sairá de seu gabinete quando e se estiver madura.

Se confirmadas as previsões, a denúncia virá, portanto, depois do desfecho do caso Joesley Batista. Janot quer resolver o quanto antes a situação do acordo de delação premiada do Grupo J&F, atualmente em processo de revisão.

Fonte: Estadão

Confira também…  

*Bebê de 7 meses é estuprada pela própria mãe e o namorado em motel
 *Bodocó-PE: mulher reage a assalto e é alvejada por vários disparos de arma de fogo
*Delator diz em áudio que ex-procurador ajudou em delação da JBS
*Portaria do Ministério da Saúde regulamenta a aplicação de recursos para aquisição de ambulância
*Posto do Bradesco é alvo de explosão nesta terça-feira no Agreste
*Antes de aprovar fim de coligações, deputados precisam votar sistema eleitoral
*Decreto institui feminicídio nos registros de crimes em Pernambuco
*Câmara aprova PEC que extingue coligações
*Câmara aprova PEC que extingue coligações
*Menina de 13 anos comete suicídio por enforcamento no Renascença em Ouricuri
* Bebê de 7 meses é estuprada pela própria mãe e o namorado em motel
*Temer vai a Janot contra Joesley por ‘ladrão-geral da República’
*O que levou o Ministério Público a pedir a anulação da delação de Delcídio e absolvição de Lula
*Prefeito tucano de Ouricuri diz que Lula é “o maior presidente da história”
*Lula: ‘a única razão para tirarem Dilma foi barrar as conquistas dos pobres’
*IF Sertão-PE informa sobre documentos necessários para inscrição em Processo Seletivo
*Governadores do Nordeste criticam privatização do setor elétrico
 *Homem solto após ejacular em mulher em ônibus é preso de novo ao atacar outra passageira
 *PF encontra dinheiro em imóvel ligado a Geddel

 

Leia também: