Início Educação ‘Praticamente impossível’, diz reitor da UFPE sobre retorno das aulas presenciais neste...

‘Praticamente impossível’, diz reitor da UFPE sobre retorno das aulas presenciais neste ano

75
0

Mesmo o Ministério da Educação (MEC) autorizando as instituições de ensino superior a continuidade do ensino remoto, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) segue com as atividades suspensas nesta pandemia. O reitor Alfredo Gomes disse que é “praticamente impossível” retornar às aulas presenciais, mas estuda a aplicação do ensino à distância.

“De forma presencial, é praticamente impossível retornar as atividades como eram antes nesse ano. A nossa previsão, e estamos fechando o calendário de reuniões com os conselhos, é voltar às atividades de forma remota”, disse.

Segundo o reitor, o Conselho de Pesquisa, Ensino e Extensão deve se reunir em julho para a decisão. “Há uma previsão de retorno [remoto] a partir de agosto”, adiantou.

As prioridades do retorno das atividades são os alunos da graduação, principalmente os que estão perto da conclusão, segundo Alfredo. Para recuperar o “tempo perdido” no primeiro semestre do ano, há a possibilidade de um semestre intensivo.

“Estamos planejando construir um semestre suplementar, com 60 dias, e um número específico de disciplinas por estudante. Em função do quadro da pandemia, qualquer situação emergencial poderia ser revertida nesse processo”, afirmou.

Os estudantes que estão nos últimos períodos dos curso, com o trabalho de conclusão praticamente concluído, terão uma oferta “ampla e flexível” para se adaptar às condições das atividades remotas, explicou o reitor.

Outro foco da universidade são os alunos em situação de vulnerabilidade. De acordo com a UFPE, 30% dos estudantes se enquadram nesse caso.

“Nesse contexto, fazemos estudos internos para aquisição de pacotes de dados que permita [o estudante] ficar na internet por um prazo maio que simplesmente mandar um vídeo. Estamos tendo conversas com reitores do Nordeste e com o Ministério da Educação (MEC) para essa proposta de inclusão digital”, contou Alfredo.

Pandemia

O processo de flexibilização das atividades econômicas no estado foi iniciado no começo de junho, após 15 dias de quarentena mais rígida no Recife e outras quatro cidades. A partir de segunda-feira (22), ficam autorizados a reabrir para clientes os shoppings e grandes lojas, bem como podem ser retomadas as celebrações religiosas presenciais em templos e igrejas.

Na quinta-feira (18), foram confirmados, 1.180 novos casos da Covid-19 em Pernambuco, além de 48 óbitos. Com esses números, o estado chega a 48.626 confirmações de pacientes e 4.057 mortes pela doença provocada pelo novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 87% dos novos casos confirmados são leves, o que corresponde a 1.028 pacientes.

Por Pedro Lins, TV Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui