Notícias Ouricuri

Primeiro dia da segunda edição do Workshop em Agroindústria foi marcado por palestras e painel de apresentação de trabalhos

Compartilhe:

Com palestras, painel de apresentação de trabalhos científicos e um delicioso coffee break com alimentos produzidos pelos alunos e servidores, teve início, nesta quarta-feira (09), a segunda edição do Workshop em Agroindústria do campus Ouricuri do IF Sertão – PE, que tem como tema “Desenvolvendo o semiárido através da Agroindústria”.

A coordenadora do curso de Agroindústria do campus Ouricuri do IF Sertão – PE, Jarderlany Nunes, falou que o evento é uma oportunidade de aproximar o curso de Agroindústria da comunidade acadêmica . “O Workshop de Agroindústria foi pensado para que os alunos e a comunidade do IF Sertão – PE pudesse ter uma proximidade maior com o curso de Agroindústria, trazendo uma integração entre a prática e o que eles veem em sala de aula’, disse a servidora que também agradeceu a participação e a contribuição de servidores, discentes e gestão do campus.

A palestra de abertura foi “O sistema agregado do marketing do couro: o caso do Cariri cearense”, proferida pelo professor de Administração da unidade escolar, Antônio Messias, que abordou sobre a contextualização do marketing, o sistema integrado de marketing, os atores primários deste sistema como consumidores, governo e comerciantes, além de especificar a produção do couro no Ceará com foco no mestre Espedito Seleiro.

Logo após, ocorreu o painel de apresentação de trabalhos científicos, no qual foram expostos os trabalhos “ Avaliação das condições de manipulação e armazenamento de alimentos em escolas públicas de Ouricuri – PE” (Leidivania Costa Alencar); “Canais de comercialização do couro em Ouricuri – PE” (Andryelle de Freitas Silva); “Elaboração e caracterização físico-química de condimento à base de hortaliças desidratadas por convecção forçada” (Lucas de Oliveira Barros);

“Caracterização do perfil do consumidor de ovos nos municípios de Ouricuri e Santa Cruz em Pernambuco” (professora Aline Medeiros).

A discente Andryelle de Freitas relatou a importância da apresentação do trabalho no evento. “É um prazer participar do Workshop e é fundamental que os alunos possam ver a apresentação de outros discentes e que possam se motivar a desenvolver trabalhos científicos “,declarou.

No período da tarde, o docente Évio Galindo e o estudante José Guilherme da Silva proferiram a palestra “ Produção e distribuição de mudas de espécies da caatinga do viveiro florestal do campus Ouricuri”, na qual falaram sobre o projeto que eles estão realizando na unidade escolar, bem como divulgaram a importância da preservação do bioma caatinga.

Depois, o fotógrafo do campus Ouricuri, Lídio Parente, contou sua experiência na produção de alimentos feitos com umbu na palestra “ Produção de produtos e subprodutos do umbu: uma vivência”. Ele também discorreu sobre a relevância da preservação do umbuzeiro chamado de “a árvore sagrada do sertão” por Euclides da Cunha. As atividades do turno vespertino foram finalizadas com a palestra “Agrotóxicos: atualidades e realidades”, proferida pelo professor Thiciano Leão Miranda.

No turno noturno foram realizadas as palestras “Segurança e Conservação dos alimentos” e “Mel: o alimento ‘eterno’ ”,proferidas pelos professores Milka Carvalho de Azevedo e Társio Alves, respectivamente. Em sua fala, Társio Alves relatou as utilidades do mel como nos produtos alimentícios, gastronomia, remédios caseiros, medicina e cosméticos. Ele também discutiu sobre matérias com o tema “eternidade do mel” e fez um breve resumo sobre a história do mel, além de apresentar dados sobre o perfil do consumidor de mel. Neste horário, o evento recebeu alunos e professores da Escola Municipal Anísio Coelho.

Leia também: