Notícias Política

Professor Paulo Dutra classifica como irresponsáveis as ações do Governo Federal no âmbito educacional

A forma como o Ministério da Educação e o Governo Federal estão trabalhando a educação preocupa o deputado estadual Professor Paulo Dutra (PSB). Educador há quase 40 anos, ex-Secretário Executivo de Educação Profissional de Pernambuco, mestre e doutorando em educação, Paulo Dutra analisa de forma temerosa os passos referentes à educação nacional tomados nos primeiros quatro meses de 2019.

“A transformação do Brasil só se dará por meio da educação e me preocupa muito ver o governo Bolsonaro e seus ministros levantando várias questões que negam essa verdade. Quando vemos, por exemplo, a ministra Damares Alves levantar a bandeira da educação domiciliar, negando a escola como espaço legítimo da educação, percebemos o tamanho do retrocesso. Nós lutamos tanto para garantir na LDB o direito da criança à escola e hoje toda essa história é deixada de lado. Ao mesmo tempo, assistimos a um Ministro da Educação que, em vez de buscar formas de ampliar o acesso ao Ensino Superior, toma medidas de cortes duros no financiamento das universidades. Assim, estamos sendo atacados da base ao topo da educação e isso torna o momento muito perigoso”, diz o deputado.

Para Dutra, faltam garantias de continuidade no funcionamento das instituições após os recentes cortes no financiamento do Ensino Superior, que já chegam a R$ 2,2 bilhões em todo o país: “O Governo está extremamente equivocado nesta forma de cortar verbas da educação. Há reitores que já dizem que as instituições vão parar a partir do segundo semestre. Isso é muito sério e nós precisamos tratar disso com a responsabilidade que devemos ter com a educação. O ministro Abraham Weintraub e o Governo Federal estão sendo irresponsáveis realizando este corte de forma linear, tirando 30% dos investimentos em educação sem estudos que justifiquem e garantam o funcionamento pleno das instituições”.

Paulo Dutra sinaliza ainda para a necessidade da reação da população no sentido de exigir do governo Bolsonaro a retomada das ações que valorizem a educação. “O momento requer união e muita luta da população. Que nós, educadoras e educadores, independente de viés partidário, possamos lutar pelo Brasil e pelo fortalecimento da nossa educação. Precisamos fazer nossos governantes entenderem que precisamos da educação para avançar. É doloroso ver que ainda há tanto a fazer no âmbito educacional enquanto o governo federal trabalha na contramão dessa necessidade”, lamenta.

MOBILIZAÇÃO – O deputado estadual Professor Paulo Dutra participará, no próximo dia 15 (quarta-feira), da mobilização nacional em defesa da educação pública, que terá concentração em frente ao Ginásio Pernambucano, na Rua da Aurora, centro do Recife. Já no dia 31, o socialista estará também na audiência pública junto com os reitores das universidades públicas que funcionam em Pernambuco para discutir formas de enfrentar a crise na educação superior do Brasil.

 

Por Arthur Cunha

Leia também: