Home Educação Quinta parcela de 2017 do Pnae e do Pnate depositada nas contas-correntes...

Quinta parcela de 2017 do Pnae e do Pnate depositada nas contas-correntes do Estado e dos municípios pernambucanos

83

Já estão disponíveis, nas contas-correntes do Estado e dos municípios pernambucanos, os recursos referentes à quinta parcela de 2017 do Pnae e do Pnate.

Já estão disponíveis, nas contas-correntes do Estado e dos municípios pernambucanos, os recursos referentes à quinta parcela de 2017 do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate). Os repasses, que totalizam R$ 16.611.032,80, foram liberados pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, através do Fundo Nacional da Educação (FNDE).

De acordo com o ministro, os recursos do Pnae são liberados em dez parcelas, de forma a cobrir os 200 dias do ano letivo da educação básica. “O FNDE já repassou, este ano, R$ 1,8 bilhão para alimentação escolar e R$ 292,2 milhões para o transporte dos alunos das redes públicas de todo o País”, pontuou.

Para apoiar a alimentação escolar de estudantes da educação básica de todo o país, o FNDE repassou R$ 322,8 milhões. No caso do transporte de alunos residentes em áreas rurais às escolas públicas de ensino básico, foram transferidos R$ 70,5 milhões.

São atendidos pelo Pnae os alunos de toda a educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas, filantrópicas e em entidades comunitárias (conveniadas com o poder público). Um mínimo de 30% dos recursos transferidos deve ser utilizado na compra de produtos da agricultura familiar.

Transporte – O Pnate também repassa recursos em dez parcelas a cada ano. São beneficiados estados e municípios que possuem estudantes da educação básica pública residentes nas zonas rurais. A transferência é automática, sem necessidade de convênio, e os recursos devem ser utilizados no custeio de despesas diversas, como consertos mecânicos, compra de combustível ou terceirização do serviço de transporte escolar.

ASCOM / Foto: divulgação

 

Confira também…

*Criminosos explodem cofre da agência dos Correios em Venturosa (PE)

*Micro-ônibus que transportava pacientes bate em cavalos e capota, em São Lourenço da Mata (PE)

*Grave acidente envolvendo um ônibus de turismo de Petrolina e pickup deixa mortos e feridos

*Dormentes PE – Pai abusava da própria filha há cerca de 3 anos com ameaça de morte

*Inscrições para o Fies no segundo semestre começam dia 25 de julho

*Homem armado com calibre 12 mata outro em bar no Socorro, distrito de Santa Filomena

*Deputados pedem que STF suspenda tramitação de denúncia contra Temer na CCJ

*Notícia falsa de sequestro circula em Ouricuri e homem é coagido, polícia desmente boato 

*Festa tradicional de Nossa Senhora do Carmo segue até dia 16 em Ouricuri

*Palmeirense é preso em Pernambuco acusado de matar filho por ser torcedor do Corinthians

*Embaixador Lázaro Ramos convida prefeitos para inscrição no Selo UNICEF

*Homem é assassinado a tiros na frente dos filhos em Araripina

*Justiça Desportiva de PE pede que FPF não homologue resultado da partida final entre Salgueiro e Sport

83 comentários

Deixe uma resposta para Justiça de SP decide que professores não podem ser penalizados por greve Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.