Notícias Pernambuco

São João 2019 terá 28 mil agentes de segurança em Pernambuco

O planejamento da Operação São João 2019 foi divulgado, na manhã desta quarta-feira (29), pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS). A operação que começa nesta quinta-feira (30), segue o final de junho e contará com a ação de 28 mil agentes de segurança, entre policiais militares, civis, bombeiros e polícia científica.

O trabalho dos servidores se dará de maneira integrada com outros órgãos estaduais, municipais e federais, com o objetivo de reduzir os crimes contra a vida, as mortes e lesões no trânsito, os crimes contra o patrimônio, assim como os acidentes com fogos de artifícios e fogueiras.

Segundo o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, este ano foram investidos R$ 1,5 milhão em segurança no período junino pelo Governo do Estado. ‘’Esse planejamento, que envolve tantos atores da segurança pública, ocorre com meses de antecedência justamente para manter o clima de paz social e a alegria característicos das festas de São João. Aproximadamente 600 festas e eventos serão atendidos pela SDS’’, destaca.

Do total de postos de trabalho ativados para este São João, 17.290 são da Polícia Militar, 4.457 da Polícia Civil, 621 do Corpo de Bombeiros, 431 da Corregedoria Geral da SDS, 288 da Gerência Geral da Polícia Científica e 65 do Grupamento Tático Aéreo.

Operação em Caruaru

Em Caruaru, que tem mais de 400 atrações programadas, os postos de trabalho planejados para todo o período junino são, ao todo, 11.044.

Desses, 8.777 compõem a PMPE, 1.203 estarão atuando pelo CBMPE, 728 são da PCPE, 250 atuarão pela Corregedoria, 56 integram a GGPOC e 30 trabalharão pelo Grupamento Tático Aéreo (GTA).

Câmeras de segurança também auxiliarão no policiamento, tanto no Recife quanto no interior – em Arcoverde e Petrolina. Para acionar as equipes que estão em campo durante os eventos dessas cidades, funcionarão três Centros Integrados de Comando e Controle: um no Recife e outros com base em Caruaru e Serra Talhada.

Reforço

Também foi divulgado que as festividades contarão com a presença de delegacias móveis e estandes do Alerta Celular nos principais polos.

Assim, a partir do registro do IMEI do telefone no sistema da SDS – e fazendo o boletim de ocorrência na delegacia mais próxima – o cidadão tem a chance de recuperar o aparelho de telefone caso seja vítima de roubo ou furto. Nas abordagens a suspeitos, os policiais são orientados a consultar o número do IMEI e, se o aparelho encontrado estiver com alerta de roubo no sistema, é possível devolvê-lo ao verdadeiro dono.

Ainda segundo Antônio de Pádua, a Zona da Mata e o Agreste do Estado terão um reforço especial de agentes em razão da alta demanda nas regiões. ‘’Vale lembrar que isso não descarta a atenção da SDS para a capital e o Sertão’’, completou.

JC Online

Leia também: