Início Notícias Sem data definida para reabertura de academias, setor cobra resposta das autoridades...

Sem data definida para reabertura de academias, setor cobra resposta das autoridades em PE

84
0

 

Para conter o avanço do novo coronavírus em Pernambuco, o funcionamento das academias do Estado está proibido desde o dia 17 de março. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) adicionou, no dia 11 de maio, as academias na lista de atividades essenciais, mas o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, manteve o posicionamento do decreto inicial. Há mais de três meses sem exercer as atividades, o Conselho Federal dos Profissionais de Educação Física do Estado cobra respostas das autoridades pernambucanas para que uma data de retorno seja definida.

O Governo do Estado incluiu a reabertura dos estabelecimentos no plano de convivência, no qual flexibiliza as regras do distanciamento social e orienta quais medidas devem ser tomadas para retomada gradual das atividades econômicas. No entanto, não foi estabelecida uma data para que haja a reabertura desses locais.

O presidente do Conselho Federal dos Profissionais de Educação Física do Estado (CREF12º/PE), Lúcio Beltrão, se posicionou sobre a questão.

“Os profissionais de Educação Física é a única profissão na área de Saúde que está em casa no estado de Pernambuco, sem poder exercer suas atividades. Porém, foram um dos primeiros a entregarem ao Governo do Estado um documento com sugestões sanitárias para quando for autorizada a reabertura de academias e similares”, pontua Lúcio.

Ele ainda destaca que além dos prejuízos à saúde física e mental da população, o setor chega no limite na questão econômica. Segundo o Conselho, um plano de retomada específico foi elaborado pelo setor e entregue às autoridades há dois meses, no dia 27 de abril.

Em nota, o CREF12º/PE disse que “vem se colocando à disposição das autoridades e contribuindo para o diálogo com a categoria, mas não tem uma resposta concreta sobre uma data de retomada do setor”.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do Governo do Estado, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno. Texto será atualizado assim que receber as informações.

Por Larissa Lira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui