Compartilhe:


Rede Brasil de Notícias


Finalmente acabou o sofrimento do torcedor do Vitória. Depois de três anos sofrendo, sendo administrado por uma seqüência de gestores incompetentes, o clube viu cair por terra toda uma fama de sofredor profissional construídas no longo dos anos 2016 e 2017, quando penava, sofria e submetida os seus torcedores a duros e longos períodos de anseios e aflições, mas que no entanto, nas últimas rodadas como naufrago escapava para recomeçar o mesmo sofrimento no ano seguinte cometendo os mesmos pecados. Nos anos anteriores contou com jornadas fantásticas do atacante Marinho que carregou praticamente o time no lombo e mais recente com os gols atacante Santiago Tréllez e até mesmo com a “benevolência” do zagueiro Rodrigo da Ponte Preta naquele inesquecível jogo da dedada que fez história. Este ano, a incompetência, digo até, o desapreço com o torcedor do Vitória foi o mesmo, porém, delegaram a tarefa de salvação a Léo Ceará e outros no mesmo naipe e o fracasso como previsto chegou. Às 16h deste domingo enfrentou o Grêmio no Barradão e apenas empatou. Vencendo teria apenas uma sobrevida e levaria o bonde da esperança até São Paulo onde enfrentará Palmeiras em jogo da entrega das faixas do time paulista. No entanto, apenas empatou, contabilizou 37 pontos e ficou mercê dos resultados de terceiro para não morrer de forma antecipada ainda neste domingo. Porém na seqüência da rodada, a Chapecoense o primeiro listado fora da zona de rebaixamento empatou em 0 x 0 com o Corinthians na Arena Itaquera. Com o resultado somou 41 pontos e assim, mesmo que o Leão desperte e venha vencer o Palmeiras chegaria no máximo 40 pontos, número insuficiente para alcançar o time de Chapecó, portanto de forma melancolia, o Leão se junta ao Paraná Clube e tem o Alvará de funcionamento para o Exercício 2019 como time tipo A cancelado, depois de 5 anos de atividade. Agora na seqüência da competição, o Esporte Clube Vitória encerra o Campeonato Brasileiro e a própria temporada 2018 cumprindo tabela enfrentando o Palmeiras às 16h na Arena Allianz Parque em São Paulo em jogo de entrega das faixas ao time paulista. Logo depois o clube entra em férias e certamente entrará em processo de reformulação já visando para o Campeonato Baiano de 2019, previsto para começar no dia 20 de janeiro com adversário ainda indefinido. (FB)

Leia também: