Compartilhe:
imagem
O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), classificou como “desastradas” e “infelizes” as declarações do senador Aécio Neves (PSDB-MG) de que teria perdido as eleições de outubro para uma “organização criminosa”. Em pronunciamento em Plenário nesta segunda-feira (1º), Humberto Costa repudiou as afirmações dadas por Aécio em entrevista ao canal de TV a cabo Globonews no último sábado (29).
— É lamentável que o candidato derrotado, nas eleições passadas, parece ainda não ter entendido que perdeu e, por não querer aceitar a derrota, continua perdendo e reduzindo a sua estatura política a cada declaração desastrada que dá. É um caso inusitado em que a derrota subiu à cabeça, em que o fracasso subiu à cabeça — criticou.
Humberto Costa afirmou que Aécio cria “seu próprio enredo” para justificar a derrota. E que, enquanto o país e os estados já desmontaram os palanques e preparam suas equipes para atuar nos próximos quatro anos, o “quixotesco perdedor das eleições de outubro continua lutando contra imaginários moinhos de vento”. Para o senador petista, já passou da hora de Aécio assumir a derrota e a oposição em que os eleitores o colocaram. Oposição que, em sua opinião, seria necessária e fundamental para contribuir com críticas, ideias e propostas em favor do país.

— Quem recebeu os votos de tantos brasileiros não pode desperdiçar esse patrimônio político. O senador Aécio Neves teve o voto de 50 milhões de brasileiros, um patrimônio político invejável, que ele está dilapidando a cada dia que passa, ao fazer essa cantilena estéril, que a nada serve, a não ser à disseminação de um comportamento mimado, incompatível com o espírito democrático — afirmou.
Humberto acrescentou que a eleição está legitimamente concluída e que o PT, partido vencedor, já está trabalhando para melhorar o Brasil, cuidando, dentre outros assuntos, da economia do país. (Agência Senado)

Leia também: