Destaques Educação Ouricuri

Em Ouricuri, professor Elismar Rodrigues irá aderir a Greve Nacional

Opinião

Professor Elismar RodriguesA greve geral dos trabalhadores em Educação a ser realizada nos dias 15, 16 e 17 de março em todo o Brasil, em manifestação à retirada de direitos. Na qual, educadores exigem o cumprimento da lei do Piso e se mobilizam contra a terceirização, a entrega das escolas às Organizações Sociais (OSs), o parcelamento de salários, como vem acontecendo em alguns municípios, a militarização de escolas públicas e a reorganização das escolas.

Como podemos observar, é uma greve que visa o coletivo Nacional e não por município individualmente. É uma greve que pede apoio a todos os educadores, a quem está bem, melhor ou pior, a fim de pressionar os governantes para uma melhoria em geral.

Alguns sindicatos de municípios, inclusive Ouricuri, alegando está bem na “fita” e talvez com receio de perder alguma vantagem (negociatas a favor da categoria), ou seja, “meu lado está bom e pode melhorar, que se dane o resto”, publicou nota dizendo que não irá aderir a greve.

Se comportando dessa forma não o vejo como um sindicato que almeja uma melhoria no geral, quando este está olhando apenas para seu umbigo, ignorando nossos vizinhos do Araripe que estão sofrendo, tendo seus salários parcelados, atrasados e professores sendo humilhados, chorando e implorando pelos seus salários de direito. Sou a favor de um sindicato forte e que olhe por todos, que lute por todos, pois o Brasil é um só.

O professor Elismar Rodrigues é favorável à paralisação em prol da melhoria e em apoio aos que estão em situação pior.

Leia também: