Brasil

Guilherme Karan morre aos 58 anos; relembre trajetória

Compartilhe:

Ator foi diagnosticado com a síndrome de Machado-Joseph, em 2005
Guilherme Karan morreu na manhã desta quinta-feira (7), no Rio de Janeiro, aos 58 anos. O ator estava internado há cerca de dois anos no Hospital Naval Marcílio Dias, onde tratava a síndrome de Machado Joseph, uma doença degenerativa rara, de origem genética.
A enfermidade foi passada ao famoso por sua mãe, que já faleceu com o mesmo problema de saúde. Os outros três irmãos de Karan também apresentaram a doença – dois já morreram e a mais nova, Luciana, está enferma.
“A perda do equilíbrio é o primeiro sintoma. Depois vêm os outros degenerativos. No início ele estava aqui em casa comigo e não queria receber visitas. Mas na época o convenci a deixar que os amigos viessem vê-lo. Glória Perez, Tessy Callado… São algumas que sempre o procuraram”, disse o pai de Guilherme, Alfredo Karan, ao “Ego” recentemente.
O almirante da marinha relatou que chegou a ver o herdeiro chorando ao assistir a uma cena de “Meu Bem, Meu Mal” (1990). “Ele sofre muito em não poder trabalhar mais”, confessou sobre o filho, que estava afastado das telinhas desde “América” (2005).

Em setembro do ano passado, o veterano ainda contou ao jornal “Extra” que o herdeiro, apesar de longe do trabalho, ainda recebia salário da TV Globo. “É pelo reconhecimento do trabalho dele, de tudo o que ele fez lá.”

Leia também: