Esporte Notícias

Ídolo de Zanetti é cortado das Olimpíadas após noitada

Compartilhe:

O ginasta Yuri Van Gelder, da Holanda, não competirá na final das argolas do torneio olímpico de ginástica artística. Um dos principais nomes da categoria foi cortado por sua delegação após sair para comemorar a classificação para a disputa decisiva do aparelho e voltar à Vila Olímpica apenas no dia seguinte. O atleta admitiu o consumo de bebida alcoólica, enquanto o chefe da missão holandesa categorizou o fato como algo que foge dos valores da delegação do país.

Yuri é considerado um ídolo por Arthur Zanetti. O ginasta holandês chamou a atenção do brasileiro ainda em 2006, quando se sagrou campeão mundial. Na época, Zanetti ainda competia pelo juvenil e nem imaginava que anos depois se tornariam amigos. Casado com uma brasileira, Yuri Van Gelder parece ter se sentido realmente em casa durantes os poucos dias que permaneceu no Rio de Janeiro.

“É terrível para o Yuri, mas esse tipo de comportamento é inaceitável. Em termos esportivos isso é um desastre, mas não tivemos outra escolha dada a violação dos nossos valores”, disse Maurits Hendriks, chefe da missão da Holanda.

Esta não é a primeira vez que o holandês se envolve em polêmica. Em 2009, ele acabou suspenso de suas atividades por consumo de cocaína. Esta era a primeira Olimpíada da vida de Yuri Van Gelder. Sem conseguir se classificar para Pequim 2008 e Londres 2012, ele acabou jogando fora a chance de disputar uma final olímpica aos 33 anos.

Gazeta Esportiva

Leia também: