Notícias

Organizações realizam a terceira etapa do estudo de viabilidade econômica da agricultura familiar no Araripe

Compartilhe
Dando continuidade ao processo desencadeado no Estudo do Território do Araripe, apoiado pela Articulação Nacional de Agroecologia- ANA. Nos últimos dias 24 e 25 de agosto, aconteceu a III Oficina Territorial sobre Avaliação Econômica e Ecológica de Agroecossistemas. O evento contou com momentos de reunião na sede da Ong Caatinga em Ouricuri e atividades em campo junto às famílias agricultoras.
Participaram do estudo diversas organizações como o Caatinga, Chapada, MPA, MST, Fetape, Centro Sábia, Cresol, Copagro, Fórum de Mulheres do Araripe, Grupo de Mulheres Jurema, Caatma, e STR de Exu.  “O objetivo desta III oficina foi de retomarmos os estudos dos casos que correspondem a análise dos tipos da agricultura familiar no Território do Araripe”, esclareceu a Coordenadora do Caatinga, Irlânia Fernandes.

Na oportunidade o grupo se dividiu e visitou três experiências: Dona Eliziê em Ouricuri; Dona Eliete em Araripina e Zé Neto em Exu. Nas visitas de campo foram aplicados instrumentos que priorizam a construção coletiva do conhecimento.
Além da ida à campo, os participantes tiveram a missão de observar  e sistematizar as experiências  aprofundando o debate sobre as formas e lógicas da organização social, econômica e cultural da agricultura familiar do território do Araripe. Ao final do evento, foram feitos os acordos e planejamentos para a continuidade do estudo de viabilidade econômica e ecológica dos três agroecossistemas. 
Da Ascom ONG Caatinga
Quinta, 27 de agosto de 2015 – Postado por Elismar Rodrigues

Leia também: