Brasil Destaques Esporte

Palmeirense é preso em Pernambuco acusado de matar filho por ser torcedor do Corinthians

Compartilhe:

 

O crime aconteceu em São Paulo em 2016 mas a prisão foi feita em Águas Belas, no Agreste pernambucano

A prisão foi feita na cidade de Águas Belas, no Agreste de Pernambuco / Foto: reprodução Google Maps
Foto: reprodução Google Maps/JC Online

Um homem palmeirense foi preso nesta quinta-feira (6) pela Polícia Civil de Pernambuco suspeito de ter assassinado o próprio filho, de 15 anos, em dezembro de 2016, na cidade de São Paulo. A prisão foi realizada por agentes da 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns que cumpriram mandado de prisão no município de Águas Belas, no Agreste pernambucano.

Rozemiro Marinho de Araújo, conhecido como Miro, teria esfaqueado o próprio filho porque o garoto torcia para um time rival ao seu. De acordo com as investigações, Miro, que é torcedor do Palmeiras, teria se irritado com o fato do filho usar uma corrente do Corinthians.

Após a prisão, Rozemiro Marinho foi levado à cadeia pública de Saloá, também no Agreste do Estado, onde está à disposição da Justiça de São Paulo.

JC Online

Confira também…

*Policial Militar morre em acidente entre Ouricuri e Santa Cruz

*Jovem vítima de grave acidente em Ouricuri se encontra na UTI

*Juro zero para Fies em 2018, governo anuncia 100 mil vagas

*Araripina-PE: confira o vídeo de colisão envolvendo uma motocicleta e um veículo

*Ouricuri poderá ganhar nova sede dos bombeiros para atender Ouricuri e região

*Sesc amplia prazo para seleção de Jovem Aprendiz em Araripina, Bodocó, Petrolina e Triunfo

*Presidente em exercício sanciona lei que cancela precatórios não sacados

*Senado debate reforma trabalhista e Jucá dá parecer contrário a emendas

*Empresário que quer reforma trabalhista hoje não terá consumidor amanhã

*Juro zero para Fies em 2018, governo anuncia 100 mil vagas

*Abertas inscrições para Licenciatura em Letras e Educação Física Polo da UAB Trindade

*Compesa anuncia realização de concurso público

Leia também: