Notícias

Policial militar é morto pela esposa que depois cometeu suicídio em Juazeiro

          Há suspeitas de que a morte do militar tenha sido motivada por ciúmes por parte de mulher, diz a polícia. O caso será apurado pela 20º DRPC de Juazeiro do Norte 

          Na madrugada desta terça-feira (25), o policial militar José Ivan Gonçalves Moreira, 40 anos, o soldado Ivan que era lotado na guarnição da Penitenciaria Industrial Regional do Cariri, mas que antes de trabalha na PIRC já havia sido lotado na 4ª Cia/2 ºBPM sediada em Campos Sales (CE) e que se encontrava de licença para tratamento médico, foi assassinado pela sua esposa, Maria Janaina Nonato dos Santos Moreira, 30 anos que depois cometeu suicídio com um tiro na cabeça. A tragédia aconteceu no interior da casa onde residia o casal, na Rua Pedro Ferreira Nunes, 205, no Bairro José Geraldo da Cruz, em Juazeiro do Norte.
As informações preliminares chegadas a polícia são de que após matar o marido  que provavelmente estaria dormindo quando o fato se deu, Maria Janaina teria  ligado para uma irmã sua dizendo que teria cometido uma besteira e desligou o telefone. A irmã se dirigiu até a residência do casal onde encontrou os corpos, e ao lado uma arma de fogo utilizada no homicídio seguido de suicídio e uma criança filha do soldado Ivan com Maria Janaina trancada num dos quartos chorando. Há suspeitas de que a morte do soldado Ivan tenha sido motivada por ciúmes por parte de Janaína. O caso será apurado. (Informações: Jota Lopes)

Leia também: