Brasil Educação Eventos

2ª ExpoEducação reúne cerca de mil estudantes e professores da rede municipal do Recife

Compartilhe:

Evento teve o apoio do Sistema de Ensino Aprende Brasil, da Editora Positivo (Fotos: Divulgação)

Para expor as atividades realizadas em 2015 com os estudantes das séries iniciais a Rede Municipal de ensino do Recife realizou na sexta-feira, dia 18, a 2ª ExpoEducação. Em paralelo, aconteceu a 1ª Feira de Conhecimentos, com os principais projetos dos estudantes das séries finais. O evento teve como principal parceiro o Sistema de Ensino Aprende Brasil, da Editora Positivo, presente no município desde 2014.

A 2ª ExpoEducação atendeu cerca de 320 estudantes em quatro estações: Mente Inovadora; Ondas da Leitura; Palavra Cantada; e Aprende Brasil, que teve como tema “Compartilhando a arte de aprender: protagonistas com a palavra”. As avaliações dos estudantes, professores e gestores participantes do evento foram positivas.

Monica Sampaio do Amaral, diretora da Escola Padre José Mathias Delgado, comenta que a escola está muito agradecida pela parceria da Editora Positivo com a escola. “Foi um trabalho que obteve uma representação muito significativa e o resultado com os alunos foi de um tamanho que não podemos imaginar. Escutamos dos professores depoimentos de que alunos foram aprovados com o apoio do projeto. Foi um avanço realmente muito bom e nós queremos que essa parceria continue em 2016”.

A professora do 5º ano, Lucimar de Oliveira Souza, lembra do projeto Mais Ideb, que está dentro do Aprende Brasil, e é um sucesso. “O projeto é excelente. Há uma grande melhora na autoestima e no rendimento escolar dos alunos, tanto na leitura quanto na escrita”, comenta. Para a professora, o ideal é que o projeto seja estendido para todos os alunos.

Paralelamente à 2ª ExpoEducação, ocorreu a 1ª Feira de Conhecimentos. Dos 49 projetos selecionados na primeira etapa, ocorrida nas escolas, o primeiro lugar foi para a Escola Municipal de Tempo Integral (EMTI) Pedro Augusto, com o projeto: Estudando a fauna e a flora do Sertão a partir do Romance D’A Pedra do Reino e o príncipe do sangue do vai-e-volta, feito por Maria Júlia Ferreira, Wanderson Roberto Oliveira e Talita Vitória Leão, ambos alunos do 7º ano.

Além do trabalho da EMTI Pedro Augusto, também foram premiados os projetos da EMTI Antônio Heráclio do Rêgo e da Escola Municipal Poeta Jônatas Braga. As três equipes vencedoras receberam certificados da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e terão a oportunidade de expor os trabalhos na SBPC Jovem 2016 e também na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), da Universidade de São Paulo (USP) – uma das maiores feiras de ciências do País. Os três primeiros lugares ainda ganharam uma viagem para São Paulo, onde farão passeio científico e cultural ao Museu da Língua Portuguesa e ao Museu Catavento, além de conhecerem a sede da Abramundo – parceira da Prefeitura do Recife na implantação do Projeto Sabiah!, de ensino de ciências.

Outros sete trabalhos ganharam menção honrosa: Escola Municipal Octávio Meira Lins => Projeto – O acúmulo de lixo no Alto Nossa Senhora de Fátima e a incidência dos casos de dengue na comunidade. Escola Municipal Octávio Meira Lins => Projeto – Eclipse, mais que um fenômeno: fascinação. Escola Municipal Padre Antônio Henrique => Projeto – Rio Capibaribe: debate e dicotomia numa perspectiva surda. Escola Municipal de Tempo Integral (EMTI) Dom Bosco => Projeto – [email protected] Db. Escola Municipal de Tempo Integral (EMTI) Divino Espírito => Projeto – Pedala que vai: uso consciente da água da chuva. Escola Municipal Poeta Joaquim Cardozo => Projeto – Lixo: uma questão de saúde pública. Escola Municipal Dr. Rodolfo Aureliano => Projeto – IMC: um poderoso indicador na descoberta da obesidade ou desnutrição infanto-juvenil.

Segundo o secretário de Educação do Recife, Jorge Vieira, a Feira de Conhecimentos cumpriu seus objetivos: estimular a prática da pesquisa científica e promover o desenvolvimento das habilidades de comunicação, investigação e interpretação de dados científicos. No total, cerca de 150 estudantes de 25 escolas municipais de Anos Finais apresentaram os trabalhos, sob a orientação dos professores. Outros 200 alunos do 6º ao 9º ano visitaram a exposição. “A feira teve um impacto muito grande nas escolas da rede municipal de ensino. A realização de pesquisas estimulou bastante o protagonismo dos nossos tudantes. Eles aprendem muito mais na prática”, avalia o secretário.

À tarde, os gestores e coordenadores pedagógicos participaram de uma programação específica, com um momento de confraternização e uma palestra sobre letramento ministrada pela professora Emília Cipriano, doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP).

SOBRE O APRENDE BRASIL – O Sistema de Ensino Aprende Brasil é um produto da Editora Positivo desenvolvido para atender as escolas da rede pública de ensino básico, por meio de suporte pedagógico em parceria com a gestão das Secretarias de Educação. Aos conveniados, a Editora oferece Livros Didáticos Integrados da Educação Infantil ao Ensino Médio; o Portal Aprende Brasil, favorecendo a inclusão digital na educação dos municípios; Assessoria Pedagógica, que contribui para a formação continuada dos professores e implementação do sistema. Há também o SIMEB, que possibilita monitorar os resultados alcançados e desenvolver planos de ação; e o hábile, para realizar avaliações do desempenho dos alunos. Atualmente, o Sistema de Ensino Aprende Brasil está presente em 2.800 escolas públicas, fazendo a diferença na vida de 510 mil alunos de mais de 230 municípios brasileiros.

SOBRE A EDITORA POSITIVO – Fundada em 1979, a Editora Positivo é especializada no segmento educacional e desenvolve livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários, com destaque para o Aurélio, o mais importante dicionário da língua portuguesa. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas particulares e públicas do Brasil e do Japão com os seus sistemas de ensino. Na base de produção conta com um centro de pesquisas próprio no qual centenas de especialistas, das mais variadas áreas do conhecimento, prestam suporte e respaldo intelectual ao desenvolvimento das obras e novos produtos.

Ascom Grupo Excom

Leia também: