Home Notícias Deputado que acusou governo de tentar comprar seu voto recorre ao STF...

Deputado que acusou governo de tentar comprar seu voto recorre ao STF para voltar à CCJ

0
O deputado Delegado Waldir (Foto: Agência Câmara dos Deputados)

O deputado Delegado Waldir, do PR de Goiás, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (11) para retomar o lugar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, responsável pela análise da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer. Waldir defende a apuração dos fatos atribuídos a Temer, contrariando os líderes de seu partido, alinhados ao Palácio do Planalto.

No domingo (9) à noite, afirma o parlamentar de Goiás, ele foi procurado pelo líder do PR na Câmara, José Rocha. “Ele [Rocha] foi claro: se eu não tivesse condições de votar contra a admissibilidade da denúncia, que renunciasse ao posto na CCJ”, disse Waldir a EXPRESSO. O deputado goiano respondeu que aquela não seria conversa para uma ligação telefônica no domingo à noite e que voltariam a falar a respeito no dia seguinte, em Brasília.

Ao chegar à capital do país, nesta segunda-feira (10), Waldir recebeu a comunicação da liderança do PR de que estava sendo substituído na comissão. “Diante de tantas manobras com o fito de, indiscutivelmente, impossibilitar que a denúncia contra o presidente da República seja recebida pela Casa, não há como não enxergar a prática de obstrução da Justiça – ainda que por analogia – onde tudo e todos os atos praticados pelos ‘aliados’ carreiam para impedir a investigação de crimes envolvendo o senhor presidente da República”, afirmou no recurso ao STF.

O deputado afirma que é titular da CCJ há dois anos e meio, “atuante, e está estarrecido com essa substituição abstrusa, às vésperas da votação da aceitabilidade ou não da referida denúncia”.

Atualização – A presidente do STF, a ministra Cármen Lúcia, rejeitou o pedido do deputado federal. 

Época

Confira também…

 

*Sai hoje resultado da lista de espera do ProUni

*Condenação de Lula é tentativa de inviabilizar candidatura em 2018, diz Gleisi

*Moro condena Lula a 9 anos e meio de prisão

*Reforma trabalhista vai agora para sanção de Temer

*Banco do Brasil anunciou que vai disponibilizar recursos de R$ 381 milhões para Pernambuco

*Com 50 votos favoráveis, Senado aprova reforma trabalhista

*Moro pode anunciar sentença de Lula até o fim de semana

*Kaio Maniçoba assumirá secretaria de Habitação em Pernambuco

*Reforma trabalhista: saiba quando as mudanças vão te afetar

*Maia faz apelo para deputados votarem denúncia na sexta: ‘Brasil precisa tomar uma decisão’

*Além de ação contra Lula, Moro tem outras três prontas para julgar na Lava-Jato

*Penhor da Caixa movimenta R$ 7,2 bilhões no primeiro semestre deste ano

*PMDB se reunirá para decidir se fecha questão em relação à denúncia contra Temer

*Temer rebate críticos e diz que, “enquanto alguns protestam, a caravana passa”

*Cufa lança cartão pré-pago para moradores de favelas

*Quinta parcela de 2017 do Pnae e do Pnate depositada nas contas-correntes do Estado e dos municípios pernambucanos

*Inscrições para o Fies no segundo semestre começam dia 25 de julho

*Senadores sabatinam hoje Raquel Dodge, indicada por Temer para substituir Janot

Os comentários abaixo não expressam a opinião do blog Ouricuri em Foco e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.