Política

Esquema da Petrobras pagou cabeleireiro de Dilma, diz jornal

Compartilhe:

© Divulgação/Contigo A presidente Dilma Rousseff ao lado do cabeleireiro Celso Kamura


 

São Paulo – Documentos em posse da Procuradoria-Geral da República revelam que a presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), tinha conhecimento das negociações sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Segundo informações do colunista Merval Pereira, do jornal O Globo, os envolvidos trocavam mensagens em uma rede de e-mails do Gmail que não era rastreável.

Nas conversas, há informações sobre pagamentos de itens pessoais de Dilma oriundos do esquema de corrupção na Petrobras. Entre os custos citados está o do cabelereiro, Celso Kamura, responsável pela repaginada no visual da petista em 2010.

De acordo com o jornal, cada viagem do profissional a Brasília custava R$ 5 mil.

Leia também: